Os dez mandamentos da interpretação textual

Caro estudante, a leitura de um texto não é simplesmente um ato de decifrar símbolos. Ler envolve mais que a decodificação da mensagem, envolve também a interação com o texto - que faz surgir sentidos durante a leitura. É nesse processo de decifrar e interagir com o texto que se estabelece a interpretação textual, habilidade bastante exigida nas provas do Enem. Dominar a interpretação textual é certamente o caminho para um resultado positivo nesse exame. 

Evanildo Bechara, gramático e grande estudioso da nossa língua,  elaborou os dez mandamentos da interpretação de textos. Confira:
Os dez mandamentos para análise de textos:

1. Leia duas vezes o texto. A primeira leitura serve para tomar contato com o assunto; a segunda para observar como o texto está articulado, desenvolvido;

2. Observe que um parágrafo pode indicar uma continuação ou uma conclusão em relação ao anterior ou, ainda, uma falsa oposição em relação a outro;

3. Sublinhe, em cada parágrafo, a ideia mais importante (o chamado tópico frasal);

4. Leia com muito cuidado os enunciados das questões para entender exatamente a intenção do que foi pedido;

5. Sublinhe palavras como: erro, incorreto, correto etc., para não se confundir na hora de responder à questão;

6. Escreva, ao lado de cada parágrafo ou de cada estrofe, a ideia mais importante contida neles;

7. Não leve em consideração o que o autor quis dizer, e sim o que ele disse, escreveu;

8. Se o enunciado menciona um tema ou ideia principal, examine com atenção a introdução e/ou a conclusão;

9. Se o enunciado mencionar argumentação, deve atentar-se com o desenvolvimento da questão;

10. Tome cuidado com os vocábulos relatores (são aqueles que remetem a outras palavras do texto: pronomes relativos, pronomes pessoais, pronomes demonstrativos etc.).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Plural por dentro?!

Homônimos homófonos

Adjetivos Pátrios de cidades brasileiras