Estudo Dirigido sobre Classicismo e Quinhentismo

O nome Classicismo é usado para se referir ao período da literatura que teve seu auge em meados do século XVI que marca o nascimento científico, abandono do teocentrismo e o fim do feudalismo.
Esse movimento surgiu na Itália - lá, esse período literário é chamado Renascimento. Em Portugal, o nome do movimento literário é classicismo. Basicamente os dois tratam da mesma coisa: o retorno das artes clássicas (greco-romanas).

1. O nome Classicismo remete a uma característica importante do período, que característica foi essa?

2. Leia o soneto de Luís Vaz de Camões para responder à questão:

Alma minha gentil, que te partiste
Tão cedo desta vida, descontente,
Repousa lá no Céu eternamente,
E viva eu cá na terra sempre triste.

Se lá no assento etéreo, onde subiste,
Memória desta sida se consente,
Não te esqueças daquele amor ardente
Que já nos olhos meus tão puro viste.

E se vires que pode merecer-te
Alguma cousa a dor que me ficou
Da mágoa, sem remédio, de perder-te,

Roga a Deus, que teus anos encurtou,
Que tão cedo de cd me leve a ver-te,
Quão cedo de meus olhos te levou.

Luís Vaz de Camões, in "Sonetos"

Além do equilíbrio entre os transes existenciais do poeta com a disciplina clássica: emoção e razão, quais outras características presentes no poema?

3- Fale um pouco sobre o conteúdo da Carta do Achamento de Caminha, cuja característica principal era explorar a tão promissora nova terra.

4- Leia o texto “Erro de português”, de Oswald de Andrade, para responder à questão.

Erro de português

Quando o português chegou
Debaixo duma bruta chuva
Vestiu o índio
Que pena! Fosse uma manhã de sol
O índio tinha despido
O português.

Oswald de Andrade

Qual trecho da poesia demonstra uma crítica do autor aos colonizadores portugueses?

5- Quais são os autores do Quinhentismo Brasileiro?

6- Aponte as principais características presentes na carta.

7- Leia o poema a seguir:

Amor é um fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói, e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.
É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se e contente;
É um cuidar que ganha em se perder;
É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata, lealdade.
Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís Vaz de Camões

A poesia de Camões inaugura uma nova forma de fazer poesia, o soneto, cuja temática fala do amor platônico. Aponte alguns trechos em que possível fazer uma relação entre o amor e os mundos de Platão.

8- Além do caráter literário, qual era o outro caráter que as crônicas de viagens e históricas feitas pelos colonizadores possuía?

9- Com base no soneto “Amor é fogo que arde sem se ver” da questão 7 explique como o amor platônico aparece nos trechos abaixo:

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se e contente;
É um cuidar que ganha em se perder;

10 – O grupo Legião Urbana adaptou e musicou o poema que acabamos de analisar, acrescentando os seguintes versos, inspirados nos versículos bíblicos (I Coríntios: 13) ao início da música: 

“Ainda que eu falasse a língua dos homens. 
E falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria. 
É só o amor, é isso o amor. 
Que conhece o que é verdade. 
O amor é bom, não quer o mal. 
Não sente inveja ou se envaidece.”

Por que a banda escolheu versos tão antigos para fazer intertextualidade em sua canção?

11- Descreva algumas características do Classicismo e das obras de Camões.

12- Qual foi o primeiro documento que se tem registro, o qual inaugurou o Quinhentismo brasileiro?

Qual foi o autor que o escreveu?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exercícios sobre o poema Navio Negreiro, de Castro Alves